terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Divagando...

É tão engraçado ler o que você pensou em um determinado momento.
Isso me faz pensar que quase não existe presente. O presente é muito mais rápido que um milésimo de segundo! Será que esxiste presente? Tudo isso que eu escrevi (até o final da frase), AGORA é passado!

É até... qual seria a palavra? Perturbador? É, acho que pode-se usá-la.

É assaz perturbador ver (e saber!) que qualquer coisa que você faça, escute, pense, qualquer coisa... é passado! Não volta mais. Você nunca vai poder ser igual ao que já foi; ou poder repetir fielmente algum momento.

Tempo que passou, projetos não realizados, pessoas, coisas que já aconteceram, que passaram e não voltam mais. A cada momento menos tempo tenho. Perdendo tempo para ganhar.



30/09/2007

6 comentários:

.ana disse...

bah, adoro teu blog. e teu jeito de expor as idéias...


creio a beleza do presente está nessa volatilidade mesmo... o que me faz pensar que quanto mais intenso for, melhor.
=)

beeeijo!

Samelly Xavier disse...

Lindona, fiz um blog novo, atualiza aí o link do meu nos seus favoritos.

O seu está na minha lista agora. ;)

Beijo recitado

Madame disse...

Tem uma cena fortíssima no último episódio da série Six Feet Under que fala justamente disso, você assistiu essa série? Lembro que foi exatamente nesse dia que me caiu essa ficha. Chorei horrores.

Está aqui, mais ou menos nos 3 minutos. A personagem está emocionada se despedindo da família e resolve tirar uma foto. E o irmão morto - que representa o subconsciente dela - fala algo como "não adianta tentar fotografar essa cena, porque ela já passou". É lindo. Vale apena ver tudo.

http://www.youtube.com/watch?v=el4eUKmLujg

aaluah disse...

*existe

Wagner disse...

Sua escrita parece linguagem do vento que dissipa a neve: há petulância, inquietude, contradição, atmosfera de abril.

Madame disse...

Saudade dos teus escritos.