sábado, 25 de abril de 2009

Cigarro - Zeca Baleiro

Demodée.
..................Demodée.

Faltei com alguns amigos.
Embriaguei-me um pouco. Voltei para casa.
Lavei o rosto.
O cabelo cheirava a cigarro - fumei.
A maquiagem escorria. A água passava pela minha boca.
Pequenos prazeres.
Olhei-me.
No espelho, vislumbrei meu futuro: cansada.
O delineador preto escorria como lágrimas infelizes.
Volto a olhar-me.
No espelho, mais uma vez vislumbro meu futuro: acabada.
Sorrio - gosto.