quinta-feira, 24 de outubro de 2013
















não é justo ir-se e calar as memórias como se delas fôssemos donos 
quando já ao tempo há muito pertencem.







Nenhum comentário: