terça-feira, 6 de maio de 2014

Contestação







eu
e
você



testa
com
testa







segunda-feira, 5 de maio de 2014

Passarinha




Querida Passarinha,



                            Hoje falei contigo, mas não foi por ter falado contigo que me lembrei de escrever a carta que tinha te dito que iria escrever. Na verdade, esta carta demorou um pouco para ser escrita, mas não seria correto dizer que já vai tarde, porque vai no tempo que deveria ir - em seu próprio tempo, sem pressa e sem propósito. As cartas só devem ser escritas em seu próprio tempo. Eu poderia te mandar uma carta, o que não é o caso desta, entretanto: 


                              Esta carta me manda:











31 de janeiro de 2014


domingo, 4 de maio de 2014

Um dia



I



Desde pequena
minha mãe me diz:



- Baixa esse fogo, menina!





II



Disseram
que:



- "O amor é fogo que arde sem se ver"





III



Dizem
que a pior das mortes
é a morte por afogamento:





IV






- Queria morrer afagada.







V




- Em um dia de chuva.













[às 17h08; chovaqui]



sábado, 3 de maio de 2014

Volver


















Da minha ida ao médico






Fui ao médico,
ele me perguntou:
- O que você tem,
minha filha? 
Eu disse:
- Doutô,
eu tenho
dor de cabeça,
febre,
dor nas costas,
mas o que mais
dói,
Dortô,
é a dor de olvido.