sábado, 3 de maio de 2014

Da minha ida ao médico






Fui ao médico,
ele me perguntou:
- O que você tem,
minha filha? 
Eu disse:
- Doutô,
eu tenho
dor de cabeça,
febre,
dor nas costas,
mas o que mais
dói,
Dortô,
é a dor de olvido.





















Um comentário:

gabrela disse...

olvidar é sempre a dor crônica.